No Results Found

The page you requested could not be found. Try refining your search, or use the navigation above to locate the post.

Política

Orçamento da ALPB aprova relatório final da LOA 2021

A Comissão de Orçamento, Fiscalização Tributária e Transparência da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (15), o relatório final da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021. O Projeto de Lei 2.211/2020, de autoria do Governo do Estado, estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro do próximo ano.

O texto, relatado pelo deputado Tião Gomes, prevê o investimento de R$ 13.317.790.731,00 (treze bilhões, trezentos e dezessete milhões, setecentos e noventa mil e setecentos e trinta e um reais) incluindo todas as receitas. Tião afirmou que o projeto atende a todas as normas regimentais e legislativas e emitiu parecer pela aprovação da proposta. “Realizamos audiências públicas de forma muito proveitosa e estimulamos a participação popular. Foram apresentadas 374 emendas com objetivo de ajustar a peça orçamentária atendendo as justas demandas sociais nas mais diversas regiões do estado. Fizemos o possível para aceitar as emendas e adequá-las e rejeitamos algumas emendas de acordo com o nosso entendimento”, explicou o relator. Após a publicação do parecer final no Diário do Poder Legislativo, a proposta será incluída na Ordem do Dia para ser votada em plenário por todos os deputados.

O presidente da Comissão de Orçamento, Wilson Filho, esclareceu que a LOA “é um dos temas mais importante do ano a ser votado pelo Poder Legislativo. É o projeto que vai trazer as obras, as ações, as prioridades de janeiro a dezembro que vem”, argumentou o Wilson. O parlamentar ressaltou que mesmo em uma ano de grave crise sanitária e econômica, orçamento previsto para o próximo ano obteve crescimento de 4,7% em relação ao orçamento do ano de 2020. “Um crescimento raro no Brasil em um ano de pandemia”, avaliou Wilson. O deputado lembrou que a elaboração da LOA 2021 contou com discussões e debates com os demais Poderes, além de autarquias e representantes de categorias profissionais e da sociedade civil organizada. “Tentamos manter todas as sugestões e indicações dos deputados estaduais. Conseguimos chegar ao dia de hoje com todas as sugestões dos parlamentares respeitadas na legitimidade daquilo que é prioritário para o estado”, concluiu Wilson Filho.

A LOA para o próximo, de acordo com o deputado Wilson Filho, traz também o valor e as regras estabelecidas para a destinação das Emendas Impositivas. Cada deputado terá o valor de R$ 1.132.403,44 (um milhão, cento e trinta e dois mil, quatrocentos e três reais e quarenta e quatro centavos) de emendas impositivas e 50% desse valor deve ser alocado em serviços de saúde. 

Os membros da Comissão aprovaram ainda o PL 2.320, também do Governo do Estado, autorizando a abertura de crédito especial ao orçamento da Secretaria de Estado da Saúde. Além dos deputados Wilson Filho e Tião Gomes, participaram da reunião os parlamentares Eduardo Carneiro, Estela Bezerra, Lindolfo Pires, Ricardo Barbosa, Anderson Monteiro,Taciano Diniz e Pollyanna Dutra.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Botão Voltar ao topo