No Results Found

The page you requested could not be found. Try refining your search, or use the navigation above to locate the post.

Emprego

Assembleia aprova projeto que cria fundo de custeio do Sistema de Proteção Social dos Militares

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, durante sessão remota nesta quarta-feira (02), o projeto de lei 2.254/2020, de autoria do Governo do Estado, que cria o fundo de custeio do Sistema de Proteção Social dos Militares do Estado da Paraíba (SPSM-PB), que tem caráter permanente e será gerido pela Paraíba Previdência (PBPrev). 

De acordo com o projeto, o fundo reverterá às contribuições sociais descontadas dos militares ativos, inativos e pensionistas e recursos servirão para o custeio dos benefícios de inatividade e pensões por mortes. “O fundo vai garantir a transparência necessária para uma boa administração”, diz trecho do projeto.

Os deputados aprovaram também o projeto 2.299/2020, de autoria do Governo do Estado, que autoriza o Poder Executivo a efetivar remanejamento de dotação orçamentária no valor que especifica e dá outras providências. 

Defensoria Pública

Durante a sessão, os deputados votaram três iniciativas da Defensoria Pública do Estado. O primeiro deles foi o requerimento 23/2020, que altera dispositivos da Lei Complementar nº 104, de 23 de maio de 2012, que dispõe sobre cargos de natureza administrativa e de atividades meio da Defensoria Pública do Estado da Paraíba e exclui a obrigatoriedade do pagamento de inscrição estadual. 

Os Projetos de Lei 2.281/2020 e 2.282/2020, também foram aprovados pelos parlamentares. O primeiro dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público. Já o segundo PL institui o Diário Oficial Eletrônico da Defensoria Pública do Estado da Paraíba como veículo oficial de comunicação dos atos normativos e administrativos.

Vetos

Também foram apreciados seis vetos encaminhados pelo governador do Estado a projetos de leis dos parlamentares. Quatro vetos foram mantidos e dois rejeitados. Os deputados mantiveram o veto 134/2020, que diz respeito ao Projeto de Lei 1.268/2019, de autoria da Deputada Camila Toscano, que trata sobre a inclusão do frango produzindo na Paraíba na merenda escolar da rede pública de ensino estadual. Também foi mantido o veto total ao Projeto de Lei 1.365/2019, de autoria do deputado Adriano Galdino, que institui a renovação simplificada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pelo DETRAN-PB.

Entre os vetos rejeitados está o 135/2020, referente ao PLO 1.853/2020. A matéria, de autoria do deputado Jeová Campos, tem como finalidade garantir a visita hospitalar virtual, por meio de videochamada, de familiares aos pacientes que estejam internados em hospitais públicos e privados na Paraíba, com diagnósticos de Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Botão Voltar ao topo